sexta-feira, 23 de maio de 2008

A Purificação da Terra

"Com grande ira se retorce a Serpente".
Desastres naturais estão acontecendo por todo o mundo. Todos vimos o ciclone em Mianmar ou o terremoto na China, que deixaram milhares de mortos pelo caminho. A terra nos está mandando seus sinais, as profecias já estão começando a se cumprir.
Estamos no portal de um novo mundo, e para que o novo nasça, é necessário que o velho seja destruído. A Deusa ressurgiu para reclamar seu trono, Ela reinará pela justiça e pela fraternidade. Mas antes, Ela purificará a Terra, a sacudindo em sua poderosa dança.

"Como Sekhmet Ela transformará a terra, e como Hathor a governará".

Sekhmet é a deusa egípcia que representa o aspecto destruidor da Grande Deusa, e Háthor é a deusa do amor. Sekhmet purificará a terra com sua sede de sangue, rasgando com suas garras de leoa o mundo que conhecemos hoje.
Não nos enquadramos no nível em que a Deusa elevará a terra, e a menos que nos tornemos grandes, a menos que nossa consciencia cresça, seremos varridos para fora desse novo mundo. As mulheres precisam se lembrar do que é ser mulher e os homens precisam se arrepender do cárcere imposto ao feminino. Precisamos honrar a natureza e dar as glórias a Deusa, negligenciada durante tanto tempo.

"Para Evitar o Desastre, a mulher tem de novo reencarnar a Deusa na terra, de recuperar colectivamente a memória de quem é, de reaprender a arte de curar, de se assumir de novo como Guardiã do Grande Útero ferido que é a terra, dando as mãos entre si para a tratar. Restituindo-lhe a capacidade de criar." (Em Os Portais do Tempo de Antonia de Souza)

7 comentários:

Kim disse...

Caraca, bem forte o texto.
Bem que pensei naquela conversa que tive com vc falando sobre a Deusa.
Muito medo do seu post.

Bem que faltou mais sangue (olhar maligno).

Francisco da Cruz disse...

Realmente. As pessoas precisam de um esclarecimento sobre a Terra, e sobre si mesmos, e sobre os próximos também.

Giiul disse...

Ela purificará a Terra, a sacudindo em sua poderosa dança.

ADOREI ESSA PARTE!!

Seilá, sabe. é um clamor diário, saca? Isso tem que se tornar uma grito, um choro para os que querem estar nesse novo fertilizar da terra!

Priscila Paixão disse...

Mesmo aquela frase, do sangue e tals, eu nao via como sacrificio pelo perdão, eu tava vendo mais como uma "vingança" da terra, mais como uma reação à nossas ações... sekhmet tinha uma sede de sangue muito grande, Rá só conseguiu pará-la quando a embriagou com uma cerveja vermelha, que ela pensou ser sangue... o que quis dizer é que sua fúria só se esvairia com sangue... mas acho que ficaria um texto forte demais, além de ser uma coisa muito radical, daria margem pras pessoas acharem que estou falando pra sairmos sacrificando gente... e nao é disso que estou falando, o que estou tentando dizer é que todos estamos maculados. e precisamos mudar a nossa conduta, nossas atitudes, esse seria o sacrificio.

A vida é feita de momentos disse...

"Sekhmet purificará a terra com sua sede de sangue, rasgando com suas garras de leoa o mundo que conhecemos hoje. "


adorei o texto, principalmente essa parte, um pouco forte é verdade, mas o homem precisa desse tipo de choque para acordar!


P.S. Vc escreveu esse texto com sede de sangue e necessidade de vingança, né? rsrsrsrsrsrsrss

brincadeira! ; )

Priscila Paixão disse...

Pior que estava mesmo... Passei por uma fase meio revoltada hauhauaha

Anônimo disse...

Aprendi muito