domingo, 6 de julho de 2008

O Uno

"Como se explica, em definitivo, o conjunto dos movimentos - o crescimento de uma planta, por exemplo - de que o mundo é teatro? Não se trata, de procurar um começo no tempo. O mundo é eterno. Não começou e nem terá fim. Mas isso não quer dizer que o conjunto de movimentos não tenha causa. Ao explicarmos as causas do movimento umas pelas outras, teremos que nos deter em alguma parte. Portanto, teremos que colocar um primeiro motor que move tudo e que não é movido por cousa alguma" (Aristóteles)


Essa "energia" impulsionadora deu origem ao Tudo e está presente em todo o universo. "Sou eu quem sou o tudo. De Mim que o tudo surgiu e para mim que o tudo se estende. Corta um pedaço de madeira, Eu estarei lá. Levanta uma pedra, e Me encontrarás lá. (O Evangelho Segundo Tomé)


Toda Criação é geração, e toda geração procede da união dos dois gêneros: feminino e masculino. E assim também o é com o/a Uno, que contem em Si o negativo e o positivo, o feminino e o masculino, o lunar e o solar, equilibrando o Yin e o Yang. Sendo completo. Essas energias são reconhecidas dentro de todo o mundo natural (material e espiritual) e são personificadas como a Deusa e o Deus.


"Façamos o homem a nossa imagem, conforme a nossa semelhança." Assim como nós somos seres vivos conscientes e temos a nossa individualidade, a Suprema Energia Criadora também o é. E a realização de Sua personalidade é a realização de todos os aspectos transcendentais, ou seja, os aspectos divinos e os cristos.

Essa Energia é consciente, assim como o ser vivo, porém o ser vivo é consciente de seu corpo particular, enquanto a Energia é consciente de todos os corpos. Por viver no coração de todo ser vivo, é consciente de todos os movimentos psíquicos de cada alma, de cada ser. N'Ela existem todas os seres individuais, começando pelo primeiro grande mestre até as pequenas formigas. Em toda parte estãos Suas mão e pernas, Seus olhos, cabeças e rostos, e Ela tem ouvidos em toda parte. É deste modo que existe, penetrando tudo. Seu corpo é toda a natureza material. Ela é a fonte que origina todos os sentidos. Embora pareça que Ela se divida entre os seres, Ela nunca se divide. Está em constante transformação, mas nunca muda. E embora seja a mantenedora de toda a vida, devora e desenvolve tudo.

"Eu sou o sabor da água, a luz do sol e da lua, a sílaba dos mantras védicos; Eu sou a origem e o som no éter e a habilidade no homem. Eu sou a fragrância original da terra, e Eu sou o calor do fogo. Eu sou a vida de tudo que vive. Saiba que Eu sou a semente original de todos as existências, a inteligência dos inteligentes, e o poder de todos os homens poderosos." (Bhagavad-Gita)

5 comentários:

Giiul disse...

É assim que funciona. O equilibrio. Não dá pra ser só Positivo ou só Negativo. A luta feminina (a mulher falando, neah?!) se consiste nisso. Não há uma vitória da mulher e sim uma equlibrio e uma vitória do Todo!!

O Todo está em tudo e em todos. Ele se multiplica em cada ser, e nunca se divide. Ele se multiplica em vida que nasce, em movimentar em cada lágrima e em cada riso. Assim é o Todo.

Cris disse...

Genial pri, eu não poderia falar melhor, e acho que poucas pessoas poderiam... vc arrasou mesmo... concordo com tudo de cabo a rabo... além disso a estrutura tá linda.

perfeito tanto na forma quanto no conteúdo... gênial... bjos...

A vida é feita de momentos disse...

poxa adorei! ficou realmente lindo e muito bem escrito.

foi a melhor definição de algo q não tem definição q eu ja lia hahauahauhauahauha

Francisco da Cruz disse...

Entendi perfeitamente. Era algo que eu já vinha percebendo e tiva a conformação.

Mas, assim. Todos tem a energia da Deusa em si. Porque fazemos parte dela. Então, coisas como arte, sexo e todo pensamento, seriam formas de expressão dessa energia?

Victor Raphael disse...

ARRASOU LITROS!